TSE mantém afastamento do prefeito e vice da Prefeitura de Xavantina

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve as decisões de primeira e segunda instância que cassou o mandato do prefeito Mauro Poletto (PT). O recurso foi analisado nessa semana pelos ministros do TSE em Brasília.

Conforme a acusação, feita pelo advogado Wilson de Souza, houve a manutenção da decisão e a inelegibilidade por oito anos do prefeito Mauro Poletto (PT), do vice José Dal Bosco e também de Ari Parisotto. O processo se arrastou por muito anos e depois dos julgamentos realizados também no Tribunal Regional Eleitoral, Poletto foi afastado do cargo por compra de votos.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi proposta pela coligação “Xavantina Melhor” que envolve os partidos do PP, PMDB, PSD, PSDB e PTB. O advogado Wilson de Souza defende a oposição que ingressou com a ação contra o prefeito e vice.

A nova eleição em Xavantina irá ocorrer de forme indireta entre os vereadores. A data está marcada para o próximo dia 24 de outubro. O prefeito eleito irá assumir o cargo até 31 de dezembro e substituirá Claudi Babinski que assumiu depois do afastamento do prefeito e vice.

Fonte: Atual FM


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.