Setor de serviços recua 1,5% em outubro em SC

O volume de serviços recuou 1,5% em Santa Catarina em outubro na comparação com o mesmo mês no ano passado, revela a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE. Em relação a setembro, houve avanço de 0,7%. No ano, entretanto, há uma queda acumulada de 6,7%.

Em SC, os setores de comunicação (-12,1%) e administrativo (-3,1%) foram as influências negativas em outubro deste ano ante o mesmo mês em 2016, mesmo com a melhora no segmento de serviços prestados às famílias (alta de 18,8%).Os recuos mostram um descompasso com outros segmentos que vêm apresentando melhora, como é o caso do varejo.

— Serviços dependem muito da demanda do governo, da administração pública, e a administração pública cortou muito investimento. Além disso, há uma substituição dos serviços pelo comércio. Antes, se uma pessoa comia fora de casa, agora ela compra comida e faz em casa, então o serviço fica prejudicado. É um setor que demora mais para se recuperar – explica o economista da Fecomércio-SC, Luciano Córdova.

Em nível nacional, o volume total de serviços registrou queda de 0,3% no paralelo com 2016 e 0,8% em relação a setembro. De janeiro a outubro, a queda já alcança 3,4%. A principal influência negativa foi o transporte aéreo, com queda de 25,7% na comparação entre outubro de 2017 e de 2016, e de 19,1% no ano.

Nas atividades turísticas, contudo, houve melhora em alguns Estados. Em relação a outubro de 2016, SC teve a quarta maior alta (2,3%), atrás de Goiás (7,6%), Minas Gerais e Bahia (ambos com 2,7%) e Espírito Santo (2,6%). Já o Rio de Janeiro liderou entre as quedas, com recuo de 19,9%.

Fonte: DC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.