SC registra mais 836 focos de Aedes aegypti em duas semanas

Apesar de registrar menos casos de dengue neste ano, Santa Catarina ainda enfrenta um cenário preocupante em relação ao Aedes aegypti. O Estado acumulou mais 836 focos do inseto em duas semanas. Até 25 de março foram localizados um total de 3731 focos em 113 municípios. Neste mesmo período, em 2016, foram identificados 3.571 focos em 118 municípios. Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (Dive-SC).

Além disso, subiu de 52 para 55 o número de municípios infestados pelo mosquito. Águas Frias, Caxambu do Sul e Mondaí entraram para a lista, definida de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

O Estado registrou três casos de dengue neste ano, sendo um autóctone, com transmissão dentro de SC, outro importado (transmissão fora do estado) e mais um em investigação. O caso foi registrado no município de Maravilha, no Oeste de SC. No mesmo período em 2016 haviam sido confirmados 2.966 casos.

Santa Catarina também registrou três casos importados de chikungunya e tem 49 casos suspeitos. Até o momento, não foram identificados casos de zika vírus.

 

Fonte: DC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.