Santa Catarina tem baixa presença feminina na política, aponta ranking

Os eleitores de Santa Catarina votam menos em mulheres do que a média dos eleitores brasileiros e do que a grande maioria dos outros Estados do país. E isso vale para todos os cargos eletivos, ou seja, candidatas ao Senado, à Câmara, à Assembleia Legislativa ou às Câmaras de Vereadores recebem menos votos válidos em SC. Para o Senado, por exemplo, enquanto na média do país candidatas receberam 8,14% dos votos válidos na última eleição, em Santa Catarina esse número não chega a 1%. O levantamento é do projeto Mulheres Inspiradoras.

Especialistas e parlamentares dizem que os números só traduzem a dificuldade das mulheres em conseguir ocupar cargos de liderança, não só na política, e a falta de credibilidade na execução de funções desempenhadas por elas. É o que diz a defensora pública Fernanda Mambrini Rudolfo, ao apontar que há uma visão diferente para homens e mulheres, mesmo que se comprove a mesma capacidade de execução para um determinado cargo. (o texto segue após o gráfico)

Fonte: DC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.