Renato adota “jogo moderno” no time: “goleada” por 1 a 0 e defesa sólida

Há  um novo mantra no Grêmio. Pouco importa os considerados conceitos modernos. Se o 1 a 0 estiver no placar favorável, como na noite desta quinta-feira, todos estarão felizes. A alusão vem do discurso de Renato Portaluppi após a vitória sobre o Atlético-PR, nesta quinta-feira, na Arena. Deixar o campo com a meta intacta passa a ser o mais “moderno” possível. E o resultado mínimo vira goleada até o final do Campeonato Brasileiro.

Parece até ironia um ex-atacante de tanta qualidade como Renato gostar tanto de não se arriscar e evitar os gols rivais. Desde que assumiu o clube, o treinador tem quatro vitórias e duas derrotas. Nestes seis jogos, a equipe só sofreu três gols. Foram cinco jogos terminados em 1 a 0 – três a favor e dois contra. Estas dados dão um pouco da importância da defesa para o comandante. Ao falar sobre a bola aérea, um dos fantasmas que hoje virou pó, o ídolo tricolor deu o tom.

– Vi uma pessoa falar que no futebol moderno a marcação tem que ser por zona (na bola aérea). Queira dizer para essa pessoa que no futebol moderno e no futebol antigo moderno é não tomar gol. Cada um tem seu método, eu tenho o meu. Cada jogador tem que saber quem marcar, e eu vou ter quem cobrar. Tenho quatro filhos, um quebra o copo, ninguém aponta e você vai culpar os quatro? – indagou o treinador em entrevista coletiva.

Na briga pelo G-6 do Brasileirão e vivo e com vantagem na Copa do Brasil, o Grêmio vai mostrar-se competitivo. Pouco importará o saldo de gols – atualmente, é o que separa o clube gaúcho da vaga da Libertadores, já que tem a mesma pontuação que o sexto colocado Fluminense, 46, e 13 vitórias.

 Vi uma pessoa falar que no futebol moderno a marcação tem que ser por zona (na bola aérea). Queira dizer para essa pessoa que no futebol moderno e no futebol antigo moderno é não tomar gol
Renato

– Antes eu via que o Grêmio não fazia gols e não criava. Hoje temos criado bastante, mas pelo menos o Grêmio tem feito gol. Poucos, mas suficientes para vencer e subir na tabela. O grupo é esse aí e confio neles. Por mais que eu treine e mostre como tem que bater na bola, não tenho a varinha mágica que vai fazer o jogador virar uma máquina. Quero chegar ao final do campeonato ganhando todos os jogos de 1 a 0. Para mim vai ser goleada – disse o “homem gol”, apelido cunhado pela torcida do Grêmio para o ídolo.

A citação ao “moderno” vem também um pouco em referência ao antecessor. Roger é tido pela imprensa como um dos bons nomes da nova geração de técnicos, mais estudioso e com novos métodos de trabalho.  Renato tem os seus e deixa claro que está se importando pouco com os rótulos. Quer, mesmo, são os três pontos e as vitórias.

O Grêmio volta a treinar nesta sexta-feira à tarde. No sábado viaja para São Paulo, onde enfrenta o Santos no domingo. Permanecerá no litoral paulista treinando para o duelo com o Palmeiras, pelas quartas da Copa do Brasil, onde tem vantagem pela vitória por 2 a 1.

Fonte: Globo Esporte

http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2016/10/renato-adota-jogo-moderno-no-time-goleada-por-1-0-e-defesa-solida.html


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.