Protesto contra Temer tem confusão e bombas de efeito moral em SC

Em Florianópolis, houve confusão durante um protesto pela saída do presidente Michel Temer e a favor de eleições diretas, na noite desta quinta-feira (18). A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo . Outras duas cidades catarinenses, Criciúma, no Sul, e Joinville, no Norte, também registraram atos.

Protesto contra presidente Temer tem confusão em Florianópolis

Protesto contra presidente Temer tem confusão em Florianópolis

Segundo o jornal ‘O Globo’, um dos donos do grupo JBS, Joesley Batista, gravou Temer dando aval para comprar silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, em março. Em pronunciamento na tarde desta quinta (18), Temer negou envolvimento e disse que não vai renunciar ao cargo.

Criciúma

Representantes de diversos sindicatos protestavam em Criciúma. A manifestação começou às 16h na Praça Nereu Ramos, no Centro do município.

Em Criciúma, manifestação ocorre na Praça Nereu Ramos (Foto: Denis de Oliveira/ RBS TV )

Em Criciúma, manifestação ocorre na Praça Nereu Ramos (Foto: Denis de Oliveira/ RBS TV )

Os participantes exibiam faixas com a inscrição “Fora Temer” e até um boneco, com uma caricatura do presidente no rosto, a faixa presidencial e uma placa com a mesma inscrição pedindo a saída dele.

De acordo com os organizadores, 60 pessoas participavam do evento por volta das 17h30. Para a Polícia Militar, eram 100 os manifestantes naquele horário.

Florianópolis

Na capital, os manifestantes começaram a chegar ao Terminal de Integração do Centro (Ticen) por volta das 16h40 para o ato contrário ao presidente Michel Temer. O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) contabilizava entre 1,2 mil e 1,5 mil pessoas pouco antes das 18h. A organização estimava 5 mil pessoas às 19h20.

Em Florianópolis, manifestantes contrários a Temer caminharam pela Avenida Mauro Ramos (Foto: Silvia Medeiros)

Em Florianópolis, manifestantes contrários a Temer caminharam pela Avenida Mauro Ramos (Foto: Silvia Medeiros)

Pouco depois, eles iniciaram uma caminhada em direção à Avenida Mauro Ramos. Às 19h, eles estavam em frente ao Instituto Estadual de Educação.

Por volta das 19h30, houve confusão. Segundo a CBN Diário, um dos manifestantes jogou um objeto e a PM lançou bombas de gás lacrimogêneo. Em seguida, algumas pessoas correram e houve uma dispersão. Porém, perto das 19h50, os manifestantes retomaram a caminhada. Eles seguiam pela Avenida Mauro Ramos, que ficou bloqueada nos dois sentidos, em direção à Avenida Beira-mar Norte.

Pouco depois das 20h, os manifestantes chegaram à Avenida Beira-mar Norte. Com isso, todas as pistas foram bloqueadas. Em seguida, o ato foi oficialmente encerrado. Porém, de acordo com a RBS TV, uma parte do grupo decidiu continuar a caminhada até o Ticen.

Em Florianópolis, manifestantes ocuparam todos as pistas da Avenida Mauro Ramos (Foto: Mateus Boaventura/CBN Diário)

Em Florianópolis, manifestantes ocuparam todos as pistas da Avenida Mauro Ramos (Foto: Mateus Boaventura/CBN Diário)

Por volta das 20h10, as faixas da Beira-mar Norte foram liberadas, com exceção daquelas no sentido Centro. Cerca de 10 minutos depois, o trânsito já havia sido normalizado em todas as faixas.

Perto das 20h25, o grupo que seguia em direção ao Centro deixou a Avenida Beira-mar Norte e entrou na Avenida Professor Othon Gama D’Eça. O trânsito ficou bloqueado nos dois sentidos. Cerca de 20 minutos depois, o grupo caminhava pela Rua Jerônimo Coelho em direção ao Ticen.

Eles chegaram ao terminal por volta de 20h55 e entraram no Ticen pelas pistas onde trafegam os ônibus, sem passar pelas catracas. Poucos minutos depois, os manifestantes se dispersaram.

A Polícia Militar afirmou que um policial ficou ferido durante o protesto.

Joinville

No Norte do estado, um grupo se reuniu no início da noite na Praça da Bandeira, ao lado do terminal central. No microfone, algums pediam a saída de Temer e a realização de eleições diretas. Às 19h, o protesto estava encerrado. O G1 não conseguiu estimativa de quantas pessoas participaram nem com manifestantes nem com a Polícia Militar.

 Em Joinville, grupo se reuniu na Praça da Bandeira  (Foto: Cinthia Raash/RBS TV)

Em Joinville, grupo se reuniu na Praça da Bandeira (Foto: Cinthia Raash/RBS TV)

Em Florianópolis, manifestação ocorre em frente ao Ticen (Foto: Kíria Meurer/RBS TV)

Em Florianópolis, manifestação ocorre em frente ao Ticen (Foto: Kíria Meurer/RBS TV)

Fonte: G1 SC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.