Polícia Ambiental apreende mais de 2 mil metros de rede no rio Irani

A Polícia Militar Ambiental apreendeu cerca de dois mil metros de rede de pesca no rio Irani, entre Arvoredo e Chapecó. A ação foi deflagrada no fim da tarde do sábado, dia 13.

Conforme o sargento Clademir Padilha, da Ambiental de Chapecó, o fato foi flagrado por acaso por uma guarnição que voltava de operação na no município de Seara. “A gente estava retornando para Chapecó, quando vimos um grupo de pessoas trabalhando para esticar uma rede, próximo da ponte sobre o rio Irani. Ao perceberem a viatura, todos fugiram para o mato”, destaca. Sobre o quantitativo de rede de pesca, Padilha destaca que é uma das maiores apreensões de rede já realizadas.

Conforme o comando da Ambiental, ações desta natureza fazem parte da programação da polícia Militar Ambiental, no período da Piracema, que estende até o próximo dia 31 de janeiro. A utilização de petrechos não é permitida para a pesca e isso configura-se crime. A Legislação Ambiental prevê, através de Lei Federal, número 9.605/98 pena de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas acumuladas.

Já o Decreto Federal, número 6.514/08 prevê em seu artigo 35 sanção administrativa que pode ser multa de R$ 700 a R$ 100,000, com acréscimo de R$ 20,00 por quilo de produto da pescaria.

Fonte: RÁDIO BELOS MONTES


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.