Para Mancini, Chape “descambou” no Brasileirão e busca reagir

Não foi apenas o baque da goleada por 5 a 1 para o Flamengo. A Chapecoense perdeu a quarta partida das últimas cinco. O time que era a melhor defesa sofreu 17 tentos nestes cinco jogos. O sinal de alerta está ligado no Verdão, e o técnico Vagner Mancini reconhece. Na entrevista coletiva após a partida na Ilha do Urubu, o comandante da Chape admitiu que não é mais a equipe que chegou a liderar o Campeonato Brasileiro por duas rodadas.

— Não podemos entrar em desespero. Espero que este jogo seja um divisor de águas para podemos voltar a jogar bem. A coisa descambou, ainda que a oscilação ocorra em campeonato longo. Fomos vitoriosos em alguns momentos e hoje o time não foi nem perto do que costuma ser – disse após o confronto no Rio de Janeiro — Acho que foi nosso pior jogo no ano. O 5 a 1 não retrata muito o que foi a partida, mas liga o alerta, porque não podemos tomar tantos gols no campeonato — completou.

Depois do início com algumas chances, a Chapecoense sofreu dois gols e assim terminou o primeiro tempo. Na volta do intervalo, conseguiu diminuir e buscava o empate. Porém, sofreu o terceiro e os outros dois do 5 a 1 saíram em seguida. O treinador tem essa análise, e também que é preciso mudança, o quanto antes.

— Antes de mexer na tática, temos de mexer no desempenho. Falo de todo mundo e me incluo. Temos de achar uma postura condizente com o início do campeonato, da equipe que chegou ao título estadual e disputou a Libertadores em alto nível. Com o alerta ligado, temos de olhar para nós mesmos, fazer mudanças, sejam elas quais forem. Precisamos de uma Chape jogando diferente — sentenciou.

O próximo compromisso da Chapecoense será às 19h de domingo, na Arena Condá. O duelo da 10ª rodada será contra o Atlético-MG.


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.