Oito são presos por simular assaltos para furto de cargas; um é policial

Oito pessoas, entre elas um policial civil, foram presos por desvio de cargas de grãos no Oeste de Santa Catarina, como mostrou o RBS Notícias de quinta-feira (26). A estimativa é que eles tenham desviado R$ 1 milhão. Além dos presos, outras três pessoas estão foragidas.

Conforme a investigação, o policial civil envolvido registrava boletins de ocorrência falsos. Ele atuava de São Miguel do Oeste.

Pelo menos 25 cargas de grãos, como soja e feijão, foram desviadas. A investigação descobriu que a quadrilha simulava assaltos aos motoristas e lucrava com a venda dessas cargas.

Esquema
As transportadoras e os donos das cargas não eram prejudicados, porque recebiam o seguro do transporte. A polícia acredita que apenas os motoristas tinham envolvimento com a fraude.

“O motorista era contratado para fazer um transporte de uma carga de grãos que não chegaria ao seu destino. Era simulado um assalto e os responsáveis pelo transporte da carga se dirigiam a uma unidade policial, onde registravam um boletim de ocorrência dando conta de um assalto que não existiu”, explica o delegado Rodrigo Bortolini.
A investigação durou um ano e meio e foi coordenada pela Divisão de Furtos e Roubos de Veículos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), em Florianópolis. Conforme Bortolini, o judiciário vai avaliar a manutenção ou não das prisões.


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.