Número de mortes por gripe em 2017 sobe para 29 em SC

O número de mortos por gripe subiu para 29 em 2017, divulgou a Diretoria de Vigilância Epidemiológica nesta quinta-feira (27). Desse total, 22 apresentavam algum fator de risco, como idade avançada, obesidade ou doença crônica.

A cidade com maior número de casos é Florianópolis, com cinco mortes. Joinville tem quatro. Caçador, Jaraguá do Sul e Lages têm duas mortes cada. Outros 14 municípios tiveram um morte cada: Águas Mornas, Araranguá, Blumenau, Brusque, Catanduvas, Concórdia, Jaguaruna, Lajeado Grande, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, São José, São Miguel do Oeste, Santa Rosa de Lima e Tubarão.

A maioria dos pacientes tinha mais do que 50 anos. Foram 27 mortes por gripe A subtipo H3N2 e duas por gripe B.

Reforço nas vacinas das crianças

Com cerca de 40 mil doses da vacina da gripe sobrando nos postos de saúde do estado, a Dive informou que as crianças que tomaram a primeira dose, mas não a segunda, são prioridade de atendimento.

Conforme a Dive, 37.155 crianças precisam ser vacinadas com a segunda dose da vacina contra a Influenza. Elas são 51,71% do total que recebeu a primeira dose, 76.944 crianças. O intervalo entre uma vacina e outra deve ser de no mínimo 30 dias.

Devem tomar a vacina em duas doses as crianças que são imunizadas contra a gripe pela primeira vez, o que deve ser feito a partir dos 6 meses de vida.

Prevenção

De acordo com a Dive, as principais medidas para se prevenir contra a gripe são lavar as mãos com frequência e evitar ambientes fechados com aglomerações de pessoas. Também é preciso manter limpos com álcool objetos que estão em constante contato com mãos, como teclados, maçanetas, mesas e corrimões, além de não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres.

Fonte: G1 SC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.