Mesmo ovo de Páscoa pode custar de R$ 24,79 a R$ 47,90; veja pesquisas de Procons de SC

Com a proximidade da Páscoa, celebrada no próximo domingo (16), os Procons de várias cidades catarinenses fizeram pesquisas sobre o preço de ovos e outros chocolates. Confira abaixo os relatórios de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Chapecó, Lages e Criciúma.

Florianópolis

O preço de um mesmo ovo de Páscoa pode variar até 93,22% em supermercados de Florianópolis, segundo pesquisa do Procon municipal. O órgão analisou 75 produtos entre 28 e 30 de março em sete estabelecimentos. A pesquisa completa pode ser encontrada na página do Procon Florianópolis.

O modelo que registrou essa variação foi o Lacta Shot de 236g. Em um supermercado no Centro, ele custa R$ 24,79. Em outro, no mesmo bairro, o preço do ovo chegava a R$ 47,90.

Entre os maiores ovos disponíveis, o Grandes Sucessos, da Lacta, de 743g, chega a variar 13,26 %, de R$ 59,95 até R$ 67,90, respectivamente em supermercados do Centro e do Morro das Pedras.

Já entre os menores ovos disponíveis, o Baton Coelho da Garoto, de 50g, chega a ter variação de 10,73 %. Em um supermercado no Centro, ele custa R$ 9,29. Em outro no mesmo bairro, R$ 8,39.

O ovo mais caro entre os avaliados foi o Lacta Bis Oreo, de 318g, por R$ 68,89 em um supermercado no Centro da cidade. Esse ovo foi registrado em outro estabelecimento no mesmo bairro por R$ 36,90.

A opção de chocolate mais barata entre as analisadas foi o pacote Lacta Bis ao leite, de 126g, a R$ 3,54 em um supermercado no bairro Capoeiras. O mesmo produto é vendido a R$ 4,79 em um estabelecimento no Centro.

Joinville

O Procon de Joinville fez levantamento em 24 de março em seis estabelecimentos. Confira a pesquisa completa no site da prefeitura.

As maiores variações foram encontradas no ovo Diamante Negro de 320g, com diferença de 72,7%, e no Coelho Galak 90g, com 67,72%. De acordo com a pesquisa, é possível economizar até R$ 28,08 em um mesmo produto, no caso do ovo Ferrero Collection ao Leite de 241g.

Foram pesquisados ovos de chocolate das marcas Nestlé, Garoto, Lacta, Kinder Ovo e Ferrero e outros tipos de chocolate: barras, caixa de Bis Lacta e caixas e pacotes de bombons.

Blumenau

O Procon de Blumenau visitou oito estabelecimentos e pesquisou 42 tipos de chocolates de cinco marcas diferentes: Nestlé, Garoto, Ferrero Rocher, Lacta e Kinder. A pesquisa ainda listou o preço de caixas de bombons. A pesquisa completa está no site da prefeitura.

Para a marca Nestlé, o maior preço ficou por conta do Kit Kat com Speaker (295 gramas), que varia de R$ 79,90 a R$ 94,98. Os ovos Galak (210 gramas) e Classic (200 gramas) registraram os preços mais baixos da marca, variando de R$ 25,90 a R$ 39,08 e R$ 25,90 a R$ 31,28, respectivamente, segundo a pesquisa.

Em relação à marca Garoto, o Talento colher (360 gramas) ficou com o preço mais alto, com variação de preço de R$ 49,90 a R$ 64,98. O Baton Mais Leite (186 gramas), Crocante (215 gramas) e o Serenata do Amor (220 gramas) apresentaram os valores mais acessíveis, conforme a pesquisa: de R$ 24,75 a R$ 32,88, R$ 25,80 a R$ 32,48 e R$ 25,75 a R$ 45,90, respectivamente.

Os ovos da Ferrero Rocher Avelã (365 gramas) e o Ferrero Rocher Collection (345 gramas) variam entre R$ 52,99 a R$ 79,98. Os produtos da Lacta apresentaram preços mais acessíveis em comparação às outras marcas, sendo o Diamante Negro/Laka (500 gramas), o mais caro, com variação de preço de R$ 48,80 a R$ 54,99.

Chapecó

A pesquisa levou em consideração os preços dos ovos de páscoa e de outros produtos de chocolate em oito supermercados e redes de lojas. Neste ano muitas indústrias optaram por itens mais baratos, como os kits com barras de chocolate. Confira a pesquisa completa no site da prefeitura. A coleta de dados foi feita nos dias 6 e 7 de abril.

A maior variação de preço identificada entre os estabelecimentos foi na barra de chocolate, em 42,91%, enquanto no ovo de páscoa a maior diferença chegou a 36,10%.

Lages

Em Lages, o Procon levantou os preços de ovos, barras de chocolates e caixas de bombons. A pesquisa foi feita no final do mês de março e pode ser acessada no site da prefeitura.

O ovo mais caro foi encontrado por R$ 75 e o mais barato, por R$ 26,89. Entre as caixas de bombons, a mais barata pode ser encontrada por R$ 4,99. A mais cara, por R$ 9,98. No caso das barras de chocolate, a mais cara custa R$ 7,99, e a mais barata, R$ 3,98.

Criciúma

O valor dos ovos de chocolate varia até 49,41% em Criciúma. Conforme pesquisa, o valor médio dos produtos é de R$ 45,21, e a variação média, de 21,81%. Os dados foram coletados entre os dias 10 e 11 de março.

Foram pesquisados 30 itens em seis estabelecimentos. O ovo de chocolate mais caro, com peso de 354 gramas, custa R$ 74,99.

Fonte: G1 SC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.