Idosa morre após encostar em taturana no Oeste catarinense; SC não registrava casos desde 2012

Uma mulher de 79 anos morreu após encostar em uma taturana no Oeste catarinense, informou a gerência regional de saúde de Chapecó. Desde 2012, segundo o órgão de saúde, não eram registrados casos de morte após acidente com o animal peçonhento no estado.

Ainda segundo a gerência, o caso ocorreu no início de maio. A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu dias depois em decorrência dos ferimentos. O órgão não informou o local onde ela foi picada.

Poucas horas depois do acidente, equipes de investigação ambiental foram até o local e encontraram vestígios da lagarta.

Cuidados com taturana

Os espinhos da taturana são venenosos e os sintomas podem evoluir para uma hemorragia grave. A evolução do caso depende do organismo de cada um.

A expectativa é de que nos períodos mais frios ocorram menos acidentes, já que o animal fica em casulos.

Fonte: G1 SC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.