Gosto ruim para os colorados

Em uma partida no qual a disputa foi a tônica, a derrota do Inter por 1 a 0 para o Botafogo “machucou”. Principalmente porque Celso Roth entende que Eduardo não cometeu o pênalti em Sassá, que culminou no gol do próprio atacante na noite desta quarta-feira no Estádio Luso-Brasileiro, no final da partida.

Em entrevista coletiva, o técnico acredita que o Inter evoluiu no segundo tempo. E, com o quando sentiu o time superior, levou o gol. Porém, Roth acredita que Marielson Alves Silva teve uma decisão equivocada no lance capital:

– O primeiro tempo razoável. Melhoramos no segundo tempo. Levamos o gol quando estávamos melhor. Uma decisão complicada. Os jogadores caíram. Ele entendeu que foi pênalti. Esse já passou com essa decisão maravilhosa do árbitro.

A dor ainda está latente no treinador. Roth não esconde a frustração pelo resultado negativo, até por discordar da decisão de Freitas. Só que sabe que é preciso superar até isso caso o Inter queira sair da zona de rebaixamento.

– Tivemos uma derrota amarga no final do jogo em uma situação duvidosa. Assim é o jogo. Temos que lidar com isso – destaca.

A necessidade de superação também decorre das diversas situações que aparecem. Como o gramado do Luso-Brasileiro. O colorado analisa que o campo não apresenta as condições do Beira-Rio, por exemplo:

– O jogo no Beira-Rio é diferente disso aqui. Isso foi uma luta, corpo a corpo, jogo de interior. O Botafogo está mais adaptado, joga aqui, mas não é desculpa. O Botafogo se empenhou, lutou e conseguiu.

Com o resultado, o Inter segue com 33 pontos e ocupa a 17ª posição. Na próxima rodada, a equipe o Flamengo. A partida está marcada para as 17h de domingo no Beira-Rio.

Fonte: Globo Esporte
http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/internacional/noticia/2016/10/roth-lamenta-derrota-amarga-contra-bota-e-reclama-de-penalti-nao-foi.html


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.