Fraude: Governo teria pago R$ 9 milhões para pescadores da bacia do Rio Uruguai

A Polícia Federal confirmou que apreendeu durante essa semana documentos e equipamentos de informática para dar sequência na investigação que envolve o pagamento irregular do seguro defeso por parte da Colônia de Pescadores de Joaçaba. A ação também ocorreu em Paial, onde algumas pessoas também teriam recebido valores supostamente indevidos.

A operação foi deflagrada na terça-feira, dia 1, porém não é possível ainda ter um cálculo exato dos valores supostamente desviados. A Polícia Federal deverá concluir as investigações depois de verificar os dados armazenados em equipamentos de informática e também nos documentos apreendidos.

A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Florianópolis informou que entre os anos de 2012 até 2016 foram pagos aos pescadores da Bacia do Rio Uruguai R$ 9 milhões. A investigação da Polícia Federal aponta que os representantes da Colônia de Pescadores de Joaçaba associavam produtores rurais que não tem direito ao benefício para obterem o registro de pescador e posteriormente receberem o seguro defeso.

O valor é repassado quando aos pescadores no período em que ocorre a reprodução dos peixes e a pesca fica proibida.

 

Fonte: Atual FM


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.