Fim de semana supera Carnaval em número de mortes nas estradas de SC

Os últimos dias têm sido violentos nas estradas de Santa Catarina. Foram pelo menos 19 mortes no trânsito em quatro dias, sendo três na sexta-feira, sete no sábado, sete no domingo e duas na manhã desta segunda-feira. O número supera, por exemplo, o período de Carnaval deste ano, quando 12 pessoas morreram em cinco dias de operação no Estado.

Praticamente todos as mortes ocorreram após colisões frontais entre veículos, sejam automóveis, motos ou caminhões. Apenas três ocorrências tiveram causas distintas. Uma dessas foi a batida transversal de duas motos na SC-350, em Ituporanga, e outras duas foram de motoristas que bateram sozinhos enquanto trafegavam pela BR-101.

Para o inspetor da Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina, Adriano Fiamoncini, o alto número de colisões frontais é um indicativo da imprudência dos motoristas, pois tem como causas excesso de velocidade e ultrapassagens arriscadas. Porém, outros motivos também devem ser levados em consideração ao analisar as recentes mortes no trânsito:

— A chuva sempre é um fator que aumenta a possibilidade de acidentes. E um dos casos que gerou mais repercussão no fim de semana ocorreu após o carro derrapar em Rancho Queimado e acabar com três óbitos. Ainda há a questão da infraestrutura das rodovias, que poderia ser melhor, já que temos apenas uma duplicada, e as demais, quando somadas à imprudência dos motoristas, resultam em colisões frontais — disse.

Os acidentes dos últimos dias ocorreram em quase todas as regiões do Estado: Grande Florianópolis, Serra, Sul, Vale do Itajaí e Litoral Norte. E o resultado mais negativo ocorreu no Oeste, onde houve quatro acidentes com oito mortes.

 Considerando a fiscalização das estradas, 11 acidentes fatais ocorreram em rodovias federais e oito em estaduais.

PRF prepara operação para a Páscoa

Na próxima quinta-fera a PRF inicia a Operação Semana Santa, com o objetivo de aumentar a fiscalização no Estado durante o feriado de Páscoa. Apesar do número alto de mortes nos últimos dias e expectativa de aumento no fluxo de veículos nas rodovias no feriado, Fiamoncini acredita que esses indicativos não significam que, na prática, teremos outro fim de semana com muitos acidentes.

— Cada fim de semana é um caso diferente. Claro que iremos intensificar ainda mais as nossas ações por causa do grande fluxo de veículos, mas dependendo das condições meteorológicas e da prudência dos motoristas, podemos passar pela operação sem estatísticas negativas — disse.

Durante os quatro dias do feriado de Páscoa de 2017, Santa Catarina teve ao menos sete mortes. Foram 154 acidentes e cinco mortes nas rodovias federais, enquanto as estradas estaduais tiveram 96 acidentes e duas mortes. O número já era uma redução de 2016, quando houve seis mortes no feriado em Santa Catarina.

 

Fonte: DC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.