Em SC, 25 municípios sobem de categoria no mapa do turismo do governo federal

Santa Catarina teve melhoria de categoria de 25 municípios no Mapa do Turismo Brasileiro, ferramenta do Ministério do Turismo usada para acompanhar o desempenho das cidades nesse setor e direcionar políticas públicas e verbas federais. Por outro lado, 12 municípios tiveram redução no ranking. A informação foi divulgada pelo Ministério do Turismo na sexta-feira (16).

A subida no ranking se deve ao crescimento econômico no setor, segundo o Ministério, seja por aumento no número de empregos por meio do turismo, ampliação de estabelecimentos formais de hospedagens ou fluxo de turistas brasileiros e estrangeiros. O Mapa do Turismo Brasileiro 2017-2019 pode ser acessado neste site.

Sobre a classificação no mapa, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan (PSDB), afirmou que “essa oscilação, com 25 subindo e 12 caindo de categoria, pode ser considerada normal, mas o saldo é positivo e mais uma vez confirma o bom momento vivido pelo turismo no Estado. O setor, que hoje já representa 13% da movimentação econômica do Estado, no ano passado teve um crescimento de 6,7%”.

As categorias vão de A a E. A classificação determina o quanto de verba federal o município pode disputar para fazer eventos turísticos. As cidades melhores classificadas estão na categoria A. Em Santa Catarina, três municípios estão nessa classificação: Florianópolis, Bombinhas e Balneário Camboriú.

Palhoça também melhorou de categoria no ranking (Foto: Renan Koerich/GloboEsporte.com)

Palhoça também melhorou de categoria no ranking (Foto: Renan Koerich/GloboEsporte.com)

Os 25 municípios catarineses que melhoraram de categoria foram:

  • Balneário Rincão
  • Bom Jesus
  • Braço do Trombudo
  • Campos Novos
  • Capão Alto
  • Cerro Negro
  • Fraiburgo
  • Garuva
  • Grão Pará
  • Paial
  • Palhoça
  • Palma Sola
  • Pedras Grandes
  • Pinheiro Preto
  • Praia Grande
  • Rio Negrinho
  • Salto Veloso
  • Sangão
  • Santa Rosa de Lima
  • Santa Rosa do Sul
  • Treze Tílias
  • Urubici
  • Vitor Meireles
  • Witmarsum
  • Zortéa
Turismo em Agrolândia (Foto: Prefeitura de Agrolândia/Divulgação)

Turismo em Agrolândia (Foto: Prefeitura de Agrolândia/Divulgação)

Os 12 municípios que tiveram redução de categoria foram:

  • Abdon Batista
  • Agrolândia
  • Agronômica
  • Capivari de Baixo
  • Criciúma
  • Descanso
  • Iomerê
  • Ipira
  • Ipuaçu
  • Itá
  • São Miguel do Oeste
  • São Pedro de Alcântara

As cidades que tiveram mudança na categoria atualmente estão classificadas como:

  • Categoria B – Palhoça e Urubici
  • Categoria C – Campos Novos, Fraiburgo, Garuva, Praia Grande, Rio Negrinho e Treze Tílias
  • Categoria D – Balneário Rincão, Bom Jesus, Braço do Trombudo, Capão Alto, Cerro Negro, Grão Pará, Paial, Palma Sola, Pedras Grandes, Salto Veloso, Sangão, Santa Rosa de Lima, Santa Rosa do Sul, Vitor Meireles, Witmarsun e Zórtea

Os municípios na categoria B podem pleitear até R$ 500 mil para fazer eventos turísticos anualmente. Na categoria C, o teto é de R$ 400 mil e na D, de R$ 150 mil. O Ministério do Turismo não divulgou a classificação anterior das cidades.

O estado tem 251 dos 295 municípios no Mapa do Turismo Brasileiro. São 3 na categoria A, 13 na categoria B, 34 na categoria C, 148 na categoria D e 38 na E.

Fonte: G1 SC


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.