Em reestruturação, Chape aposta na juventude: média de idade é 24 anos

Após o acidente que matou quase toda a delegação rumo a final da Copa Sul-Americana, a Chapecoense se viu com a incomum missão de contratar um grande número de jogadores para a temporada. E a aposta para reconstrução da Chape está nos pés de uma grande leva de jovens atletas. A média de idade do elenco é de 24 anos.

Dos 23 contratados, 14 têm menos de 25 anos de idade. Somado a isso, o clube promoveu 11 atletas da base, o que ajuda a puxar média de idade para baixo. Na contrabalança, o elenco da Chape vai contar com atletas como Artur Moraes, 36 anos, Wellington Paulista, 32, e o remanescente Nenén, 34 anos, para dar experiência ao elenco.

De acordo com o Diretor Executivo da Chape, Rui Costa, a baixa média de idade está dentro dos planos. A justificativa passa pelo grande número de compromisso do clube na temporada 2017.

– A média de idade é boa. São muitas partidas, então é importante ter jogadores jovens para aguentarem a sequência de jogos. Mas também tem atletas com experiência, como o Artur Moraes. O atleta que ainda tem o que provar na carreira é o atleta jovem. A média (de idade) está dentro da meta – disse o dirigente.

Reapresentação Chapecoense (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)
Chape contratou 22 novos jogadores (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

O setor com a menor média de idade do clube é a zaga, com 21,57 anos. Dos sete atletas, três foram promovidos da base. Entre os contratados para o setor, o mais velho é Douglas Grolli, de 27 anos. Formado nas categorias de base do clube verde e branco, o zagueiro teve passagens por Grêmio, Cruzeiro e Ponte Preta. Na estreia contra o Palmeiras, no próximo sábado, Grolli deve fazer a dupla de zaga justamente com o jogador mais jovens entre todos os contratados: Fabricio Bruno, de 20 anos.

Já o setor mais “experiente” da Chapecoense é o meio campo ofensivo. Com média de 26 anos, o setor conta com dois dos três remanescentes do clube: Nenén e Martinuccio. São justamente os dois mais velhos do setor, com 34 e 29 anos respectivamente. A esperança da diretoria verde e branca é que a mescla de idade ajude o time na temporada.

-Queremos dar alternativa ao treinador com jogadores em várias fases da carreira. O Artur Moraes tem experiência, já disputou Champions, jogou na Europa muito tempo, o Grolli apesar de jovem é bastante experiente, o Diego Renan também é jovem mas tem experiência. E os atletas têm o mesmo ânimo dos mais jovens. O Elias, um dos melhores goleiros da idade dele no Brasil, vai ter o suporte de um goleiro experiente que é o Artur (Moraes).

Confira a idade de cada atleta e as médias de idade por setor:

GOLEIROS 
Elias – 21 anos
Artur Moraes – 36 anos
Luiz Felipe – 20 anos*
média: 25,66 anos

ZAGUEIROS
Grolli – 27 anos
Luiz Otávio – 24 anos
Fabricio Bruno – 20 anos
Nathan – 21 anos
Hiago – 19 anos*
Vinicius – 19 anos*
Scalon – 21 anos*
média: 21,57 anos

LATERAIS
Zeballos – 24 anos
Diego Renan – 26 anos
Reinaldo – 27 anos
João Pedro – 20 anos
Gabriel – 18 anos*
média: 23 anos

VOLANTES 
Moisés Ribeiro – 25 anos**
Moisés – 22 anos
Amaral – 30 anos
Andrei Girotto – 24 anos
Lucas Marques – 21 anos
Lucas Mineiro – 20 anos*
Andrei Alba – 22 anos*
Luiz Antonio – 25 anos
média: 23,62 anos

MEIAS 
Neném – 34 anos**
Martinuccio – 29 anos**
Nadson – 27 anos
Dodô – 22 anos
Osman – 24 anos
Bryan – 20 anos*
média: 26 anos

ATACANTES
Rossi – 23 anos
W. Paulista – 32 anos
Túlio de Melo – 31 anos
Niltinho – 23 anos
Arthur – 24 anos
Wesley Natã – 21 anos*
Perotti – 19 anos*
Lourency – 21 anos*
média: 24,25 anos

*atletas promovidos da base
**atletas remanescentes

 

Fonte: Globo Esporte


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.