Desgaste com viagem e calor: apesar de tudo, Chape sai viva da Colômbia

A tarefa não é simples, mas longe de ser impossível. Na semana que vem, a Chapecoense recebe o Junior de Barranquilla na Arena Condá, pelo jogo da volta das quartas de final da Copa Sul-Americana. Em casa, o Verdão do Oeste tenta reverter o resultado negativo na Colômbia, passar de fase e fazer história, já que jamais chegou à semifinal da competição internacional.

Foi uma partida duríssima para os alviverdes em Barranquilla, na noite de quarta. Não somente pelo resultado ou disputa em campo. Mas sim por tudo que envolveu a ida do time catarinense para o local do jogo. A viagem teve vários percalços. De atraso em atraso, a delegação chegou ao destino cerca de 22 horas depois do previsto inicialmente.

Outro fator foi o clima de Barranquilla, no norte da Colômbia. Em entrevista coletiva, o técnico Caio Junior falou da umidade do local, e jogadores citaram o forte calor. Não que tenha sido apontada como a causa para a derrota, mas sim que ajudou no cansaço do grupo no duelo.

Diante das dificuldades, o resultado de 1 a 0 para o adversário não foi o pior cenário para o Verdão. O grupo gostaria de voltar para o Brasil com um placar favorável. Mas lamentar não resolve nada. Agora é contar com a força da Arena Condá e apoio da torcida para reverter a situação.

Para passar de fase, a Chape necessita de uma vitória por dois gols de diferença. Se apenas devolver o 1 a 0, a vaga para a semifinal será decidida nos pênaltis. O clube de Barranquilla joga por empate ou derrota, caso faça pelo menos um gol.

– Mobilização. Essa é a palavra. Sempre que precisamos, o torcedor dá a resposta. É decisivo para a história do clube. Tem que fazer um caldeirão. Fazer uma pressão muito grande em cima do adversário, para a gente conseguir os nossos objetivos – convocou o treinador da Chape.

O duelo de volta está marcado para a semana que vem. Na próxima quarta-feira, dia 26, a Chape recebe o Tubarão colombiano na Arena Condá, às 21h45 (horário de Brasília). Antes tem compromisso no Campeonato Brasileiro, diante do Santos, no domingo.

Na fase seguinte, quem passar pega o vencedor do duelo de San Lorenzo x Palestino. Se a Chapecoense se classificar, tem a possibilidade de encarar o Coritiba, já que não é permitida final entre times do mesmo país. Do outro lado, a mesma situação. Caso o Junior avance, pode encarar o Atlético Nacional, também colombiano.

Fonte: GE
http://globoesporte.globo.com/sc/futebol/times/chapecoense/noticia/2016/10/desgaste-com-viagem-e-calor-apesar-de-tudo-chape-sai-viva-da-colombia.html


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.