Deputado João Rodrigues diz que teve prejuízo com golpista que se dizia seu genro

O deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) denunciou à Polícia Civil nesta segunda-feira (10) que o estudante Thales Câncio Carvalho, de 26 anos, preso suspeito de estelionato em Goiânia, lhe causou um prejuízo de R$ 30 mil. O jovem também tentou dar um golpe no cantor Eduardo Costa.

De acordo com o deputado, Thales Carvalho se apresentou coomo Thales Ferraz, sobrenome de uma família tradicional do Pará. Eles se conheceram há cerca de um ano durante um jantar com outros políticos, que ele preferiu não identificar.

“Esse menino entrou na nossa vida pela forma carismática. No meio de vários deputados surge ele, se dizendo filho de um grande produtor rural do Pará, se dizendo uma pessoa muito bem relacionada, mostrando vídeos, fotos, algo que impressiona qualquer cidadão”, disse após prestar depoimento no 8º Distrito Policial de Goiânia.

O deputado explicou que negociou a compra de embriões com o jovem que totalizaram R$ 70 mil. Porém, ele entregou só parte do combinado.

“Ele nos propôs uma parceria muito produtiva, que qualquer grande produtor propõe a qualquer parceiro. Fizemos um investimento de R$ 70 mil em animais e outros R$ 12 mil em despesas. Acabamos rompendo essa sociedade ao descobrirmos que Thales era uma grande farsa”, explicou.

Além do golpe na negociação, segundo o parlamentar, Thales se apresentava como genro dele para possíveis vítimas em Goiás, apesar de nunca ter se relacionado com a filha dele.

Prisão

Thales foi detido na última quarta-feira (5), em uma academia de ginástica de Goiânia. Segundo a polícia, o jovem se passava por um pecuarista bem-sucedido, fechava vários negócios, mas não honrava os pagamentos. Ele dizia ainda ser uma pessoa influente e ostentava nas redes sociais, postando fotos em jatos particulares, carros caros e ao lado de pessoas importantes.

(G1)


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.