Aeroportos de SC receberam 191 mil passageiros a menos em 2016

A recessão afetou os aeroportos de Santa Catarina em 2016. Entre janeiro e novembro deste ano, os cinco maiores aeroportos do Estado receberam 190,9 mil embarques e desembarques a menos na comparação com igual período de 2015, queda de 3,38%,. segundo dados levantados junto à Infraero e à prefeitura de Chapecó. No Brasil, a redução para os mesmos meses foi de 7,36%, ou 7,5 milhões de passageiros a menos.

O mês de novembro teve um desempenho ruim especialmente para Florianópolis. O Aeroporto Internacional Hercílio Luz teve a menor movimentação desde 2012, com 295,7 mil passageiros, queda de 1,8% em relação ao mesmo período de 2015.

No ano, Criciúma e Chapecó também sofreram quedas, enquanto Joinville e Navegantes registraram aumentos: mil e 9,8 mil passageiros a mais, respectivamente.

A previsão para a alta temporada, considerando o período que vai de 14 de dezembro de 2016 a 8 de janeiro de 2017, é um pouco desanimadora para a Capital. De acordo com a Infraero, a expectativa é de que 292 mil passageiros passem pelo Aeroporto Internacional Hercílio Luz, uma queda de 5% em relação ao ano passado, quando houve 310.087 embarques e desembarques.

Para Navegantes, a queda deve ser ainda maior, de 21,65%: 105 mil passageiros na alta temporada deste ano ante 134.006 em 2015. Joinville tem previsão de leve incremento: 1,93%.

Santur ainda espera temporada cheia

A ocupação dos hotéis para novembro também registrou leve queda, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em SC (ABIH-SC). Em novembro de 2015, a taxa era de 52,99% em todo o Estado, sendo que Florianópolis teve o maior nível de ocupação, de 74,75%. Neste ano, a taxa estadual de novembro ficou em 51,82%, e a de Florianópolis, em 68,03%.

Mesmo assim, a expectativa ainda é de mais uma temporada cheia. No ano passado, houve recorde de argentinos, quando o Estado recebeu 1,1 milhão de visitantes daquele país.

– Historicamente, a grande maioria dos nossos turistas vem por meio rodoviário, do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, e inclusive os que vêm da Argentina e do Uruguai – ressalva o presidente da Santur, Valdir Walendowsky.

Ele também pondera que a maior movimentação começa em dezembro. Até o momento, as reservas para o Réveillon – uma das datas mais cheias – preenchem 40,06% das vagas de hotéis no Estado, e 65,62% na região da Costa Verde Mar, que abrange Balneário Camboriú.

 

Fonte: Diário Catarinense


Envie pelo WhatsApp a palavra 'Sim' para (49) 98824-6292 e receba as principais notícias da região.